Um dos principais problemas encontrados em obras está diretamente relacionado com o fornecimento de materiais de construção civil. Além de retrabalhos, essa dificuldade gera diversos transtornos e pode comprometer a qualidade e a imagem do profissional perante o mercado.

Não há nada pior do que comunicar ao cliente que a entrega dos serviços deverá extrapolar o prazo estipulado por conta de problemas com os fornecedores. Ou então, entregar uma obra e, alguns meses depois, receber a notícia de que o telhado está apresentando vazamentos, concorda?

Obviamente, é fundamental manter um bom relacionamento com os fornecedores, evitando esse tipo de inconveniente. Só assim será possível contar com a experiência dos profissionais e, ainda, evitar a escolha de materiais de baixa qualidade ou de itens inapropriados para o uso.

Ficou interessado pelo assunto? Então, continue a leitura deste post e aprenda a escolher o fornecedor de materiais de construção civil.

Por que atentar à contratação do fornecedor?

A crise que afetou o Brasil nos últimos anos foi determinante para o aumento do número de problemas em relação aos materiais de construção civil. É válido dizer que o preço se tornou o principal aspecto analisado pelos compradores.

Contudo, é preciso deixar claro que esse não pode ser o diferencial decisivo responsável pela escolha de um determinado produto. Isso depende, necessariamente, da qualidade do fornecedor, pois materiais de baixa qualidade podem trazer inúmeros problemas.

Sendo assim, é fundamental prestar atenção à contratação dos fornecedores. O ideal é procurar por empresas que possam agregar valor ao seu serviço, criando uma relação de parceria entre as partes.

Essa é uma forma interessante de garantir que os produtos adquiridos atendam às especificações necessárias. Assim, você não sofrerá mais com vendedores que tentam empurrar qualquer produto, apenas para vender. Pense nisso!

Quais são os critérios para escolher um bom fornecedor de materiais de construção civil?

Existem alguns critérios que devem ser analisados antes de encontrar um bom fornecedor de materiais de construção civil. Itens como credibilidade, suporte técnico, busca por produtos certificados e uso de produtos de qualidade são alguns exemplos.

Veja, a seguir, o que é preciso avaliar em cada um dos aspectos destacados.

Credibilidade

A credibilidade é o primeiro ponto que deve ser analisado. Deve-se procurar fornecedores indicados ou que apresentem uma boa reputação nas pesquisas do Google. Assim, será possível contar com empresas que consigam cumprir os prazos estabelecidos, evitando maiores problemas, principalmente em relação ao andamento das atividades.

Outra dica interessante é analisar o CNPJ do fornecedor, verificando a existência de processos. Além disso, procure referências sobre a atuação da empresa no mercado, perante outros construtores e empresas concorrentes.

Por fim, pode ser interessante fazer uma visita à sede da empresa para analisar as condições de trabalho e a linha de produção utilizada pelo fornecedor.

Suporte técnico

Contar com um suporte técnico também é um aspecto a ser avaliado, principalmente em relação a alguns produtos. Existem materiais que exigem um conhecimento específico para aplicação e, por conta disso, deve-se contar com apoio dos fornecedores.

O suporte técnico deve atuar como uma forma de consultoria para o cliente, antes, durante e depois da compra. Assim, dúvidas sobre a aplicação do produto, especificidades, garantias e outras informações devem ser fornecidas para os compradores, certificando-se que os materiais comprados sejam exatamente os necessários.

Produtos certificados e/ou normatizados

Sempre devemos comprar materiais de construção civil que sejam certificados e que estejam de acordo com as normas. Essa é a única maneira de nos assegurar de que os produtos comprados serão os melhores possíveis.

É importante lembrar que as normas são de cumprimento obrigatório para todos os materiais de construção civil. Deve-se observar a conformidade dos itens em relação às seguintes normas:

  • ASTM (American Society for Testing and Materials);
  • ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
  • DIN (Deutsches Institut Für Normung);
  • ETA (European Technical Approval);
  • FM Approvals.

Pode-se dizer que as certificações são diferenciais competitivos buscados pelos principais construtores do mercado. Essa é uma garantia que eles têm de que seus fornecedores estão comprometidos em oferecer a excelência em seus processos e produtos.

Qualidade dos produtos e serviços

É crucial acreditar nas informações repassadas por seus fornecedores, dando início a uma relação de parceria entre as partes. Para isso, além da certificação mencionada anteriormente, é preciso contar com produtos que sejam constantemente testados.

Existem empresas que realizam testes laboratoriais em todos os lotes de seus produtos. Esses testes visam garantir o controle dos principais parâmetros do produto, como durabilidade e desempenho, em todas as etapas da cadeia produtiva.

Alguns dos testes que devem ser realizados em materiais de construção civil são:

  • câmara de salt spray (maresia);
  • câmara Kesternich (chuva ácida);
  • câmara UV (sol).

Além de realizar os testes, as empresas devem manter contraprovas de todos os lotes aprovados, criando uma rastreabilidade para cada um dos produtos.

Por fim, é válido ressaltar que esses testes devem ser realizados por equipamentos calibrados conforme as especificações do INMETRO, garantindo que o resultado final seja correto.

Custo-benefício

Como destacamos no início deste post, o preço ainda é um dos principais fatores analisados na compra de materiais de construção civil. Porém, além do preço, devemos analisar o custo-benefício dos itens adquiridos.

Não podemos falar de custo-benefício sem mencionar a durabilidade do produto, não é mesmo? Então, o ideal é procurar por itens de longa duração, por isso vale a pena pagar um pouco mais caro por eles.

Além disso, é preciso analisar a relação entre preço e desempenho. Um produto de rápida instalação, por exemplo, também apresenta vantagens consideráveis. Nesse caso, será preciso de menos horas de mão de obra, aumentando a produtividade dos profissionais. Esses benefícios devem ser evidenciados aos compradores.

Competência na entrega

A competência na entrega é outro ponto que deve ser avaliado ao se escolher os fornecedores de materiais de construção civil. É importante ressaltar que o cronograma de obras e o planejamento das atividades devem ser seguidos à risca. Em outras palavras, qualquer atraso, por menor que seja, pode trazer inúmeros problemas.

Atrasos acontecem e, muitas vezes, independem da vontade dos fornecedores. Quando o Brasil passou por uma semana turbulenta, por conta da greve dos caminhoneiros, as principais vias do país ficaram paralisadas e, certamente, várias obras sofreram com isso.

Contudo, os fornecedores devem manter uma comunicação clara e direta com seus clientes. Quando problemas acontecem, independentemente de serem de sua responsabilidade ou não, devem ser comunicados. Assim, os construtores poderão tomar medidas para minimizar os impactos e não criarão falsas expectativas sobre a chegada dos materiais.

Licenciamento ambiental

Não podemos nos esquecer de que sustentabilidade é uma das palavras do momento. Dessa forma, devemos selecionar fornecedores que estejam dentro das normas ambientes, apresentando os devidos licenciamentos.

Se você vai comprar um produto químico, por exemplo, deve verificar a existência de uma estação de tratamento de efluentes e se ela está de acordo com as exigências dos órgãos específicos.

É interessante destacar que nenhuma empresa pode atuar sem licença ambiental. A melhor maneira de confirmar se ela está dentro das leis é verificar o seu número de registro na página do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS).

Organização dos fornecedores

Uma dica é criar planilhas com um ranqueamento dos fornecedores, facilitando o processo decisório. Nessa planilha, devem ser colocados os aspectos mais relevantes, como prazo de entrega, possibilidade de negociação, condições de pagamento, entre outros itens.

Essa planilha será fundamental para se ter um histórico dos valores, permitindo o acompanhamento do aumento dos preços e outras informações essenciais. Certamente, você perceberá a interligação de pontos importantíssimos.

A escolha do fornecedor de materiais de construção civil é uma das etapas mais importantes de um projeto. Então, isso não deve ser feito de qualquer forma ou em cima da hora. A busca por fornecedores deve ser iniciada em conjunto com o planejamento de execução das atividades.

O ideal é escolher empresas que sejam capazes de se tornar parceiras do seu negócio, sendo consultadas sempre que necessário e fornecendo as principais informações para que você possa desempenhar seus serviços da melhor maneira possível. Pense nisso antes de escolher o fornecedor de materiais de construção civil.

Então, aprendeu o que deve ser analisado para escolher o fornecedor de materiais de construção civil? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Então, entre em contato com nossos consultores e saiba como podemos ajudar.

1 Comentário

Escreva um comentário