Para que um projeto de construção seja entregue dentro do prazo e cumpra o orçamento, é essencial: realizar um bom planejamento, contar com materiais de qualidade e contratar mão de obra qualificada. Porém, é muito comum presenciar prejuízos e atrasos nesse setor. Eles acontecem, muitas vezes, por conta da ausência de profissionais capacitados para a realização dos diversos serviços.

Quando alguma etapa da construção é realizada incorretamente, materiais são desperdiçados, ferramentas e equipamentos são danificados, quem arca com o custo do retrabalho ou com os danos é o cliente ou o construtor. Portanto, para evitar diversos dos problemas acima citados, a solução é investir em uma mão de obra capacitada.

Quer saber como fazer para selecionar uma equipe de qualidade? Então, continue a leitura!

Qual é a importância de contratar mão de obra especializada?

A falta de profissionais capacitados impacta diretamente no sucesso das obras, podendo gerar incidentes, descuidos catastróficos, acidentes fatais e diversos prejuízos. Tais adversidades representam elevado desgaste e quantias incrivelmente superiores a que seria investida na contratação de mão de obra qualificada.

O Instituto de Construção estima que, ao investir em bons profissionais, a empresa pode economizar cerca de 30%. Isso é facilmente explicado quando entendemos que um trabalhador qualificado e experiente realiza as tarefas corretamente, reduzindo ou até eliminando a necessidade de retrabalho. Esse profissional também representa uma fonte de economia, já que utiliza apropriadamente os materiais, insumos, equipamentos e ferramentas.

A insatisfação do cliente, as despesas com a demissão e contratação de novos profissionais, os atrasos, o impacto no cronograma e os acidentes — com os respectivos problemas trabalhistas — são outras consequências da contratação de mão de obra desqualificada.

A seleção de profissionais capacitados é importante em todos os setores de uma empresa. Os engenheiros, arquitetos, estagiários, mestres de obra, instaladores e demais colaboradores envolvidos no projeto devem estar preparados para executar todas as tarefas com responsabilidade, qualidade e economia — de tempo e de dinheiro.

O sucesso e a qualidade de uma construção dependem do envolvimento de todos os membros de uma empresa. Na construção civil, essa premissa não é diferente. Para que uma obra seja realizada com qualidade, dentro do prazo e do custo estimados, toda a equipe precisa estar consciente de sua responsabilidade e qualificada para realizar o trabalho adequadamente.

A aplicação de metodologias de trabalho, como 5S e Ciclo PDCA, em um canteiro de obras traz muitos benefícios: possibilita reduzir desperdícios, manter o espaço limpo, organizado e com execução otimizada. O sucesso delas requer que todos os membros da empresa cooperem e realizem a sua parte. Nesse sentido, as contratações são de estrema importância, junto com o treinamento e a orientação dos profissionais para atingir esses resultados.

O que analisar na contratação?

Uma mão de obra qualificada é caracterizada por profissionais conscientes, conhecedores dos procedimentos corretos e livres de vícios. Em geral, é possível obter esse perfil de funcionário ao contratar trabalhadores que frequentaram cursos profissionalizantes. A empresa também pode fornecer essa formação para os membros da equipe.

Por meio dos cursos profissionalizantes, os trabalhadores, além de aprenderem a correta execução das atividades, são ensinados a desenvolver bons hábitos. Dentre eles, podemos citar o cuidado com ferramentas, a redução do desperdício de materiais, o comprometimento, a pontualidade e o uso correto dos equipamentos de proteção individuais (EPIs).

Portanto, um bom procedimento durante a contratação é priorizar os trabalhadores que já passaram por esses cursos ou que estão abertos e interessados com a oportunidade de cursá-los. Para analisar essas questões, é importante fazer perguntas com o objetivo de entender um pouco mais do perfil do trabalhador.

Outra opção é colocá-lo para executar um teste ou responder como executaria o serviço passo a passo. Assim, é possível analisar e conhecer um pouco mais sobre a forma de trabalho do colaborador em potencial.

Como obter bons funcionários?

Separamos, a seguir, algumas dicas que vão ajudar você a escolher melhor os seus funcionários.

Treine a equipe

Existem empresas que optam por contratar profissionais que apresentam perfis compatíveis com a necessidade da empresa e, posteriormente, realizar treinamentos. As capacitações acontecem antes mesmo de o empregado iniciar o trabalho propriamente dito. Nelas, o trabalhador aprende os resultados que deve produzir e o tipo de trabalho a ser realizado.

Os treinamentos também proporcionam ao funcionário a sensação de que ele é importante para a empresa, uma vez que ela está investindo nele. Somado a isso, um salário melhor que a média local e benefícios tornam o profissional mais engajado. Ele ficará interessado em realizar um bom serviço, reduzindo a rotatividade da equipe.

Busque referências

Mesmo com um cronograma apertado, escolher o primeiro profissional que está disponível pode representar um atraso muito maior que selecionar um colaborador realmente capacitado, além de outros prejuízos.

Para isso, antes da contratação, ligue para os antigos empregadores e peça indicações. Caso não tenha algum profissional qualificado para entrar em contato, busque referências com colegas da área. Uma excelente opção é procurar centros profissionalizantes em sua região e solicitar profissionais nesses locais.

Use a internet como aliada

Caso as opções anteriores não tenham surtido efeito, você pode utilizar a internet para encontrar a mão de obra qualificada que necessita. Para isso, acesse páginas que divulgam vagas e informações relacionadas à construção civil.

Não se esqueça de especificar o tipo de profissional que você deseja — quais as habilidades, conhecimentos, nível de experiência —, além de descrever as atividades que serão desempenhadas, os horários de serviço e o salário. Ao fazer isso, você intensifica as chances de acertar na contratação.

Faça a sua parte

Independentemente da dimensão da obra e da forma de contratação — diária, empreitada, mês ou carteira assinada —, faça um contrato que especifique as responsabilidades os direitos e os deveres de ambas as partes. É importante que o documento apresente o valor de multas por descumprimento das cláusulas.

De mesma forma, também é imprescindível preocupar-se com a segurança do trabalhador. Para isso, dependendo da dimensão do empreendimento, é necessário contratar um técnico de segurança. Ele poderá cuidar da documentação necessária, assim como investir esforço para que os funcionários não sofram acidentes e trabalhem de forma segura.

Contratar mão de obra não é uma tarefa fácil, pois requer atenção em diversos aspectos e tem elevada influência no sucesso ou fracasso de um empreendimento. Entretanto, depois dessas dicas, temos certeza que você está apto para ser bem-sucedido nessa tarefa.

Gostou deste texto? Então, aproveite a visita em nosso blog e assine a nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos e relevantes.

1 Comentário

Escreva um comentário