O setor de construção civil se modernizou muito nos últimos anos. Hoje, é possível encontrar soluções mais baratas, econômicas e práticas, o que facilita a execução dos serviços. Entre elas estão a estrutura pré-fabricada e a estrutura pré-moldada.

Ainda existe confusão entre esses termos, mas é bom saber que a estrutura pré-moldada é bem diferente da pré-fabricada e conhecer as principais diferenças entre elas é fundamental para os profissionais. Assim, eles terão informações valiosas em mãos e poderão fazer a melhor escolha possível para cada obra.

Ficou interessado no tema? Então, continue a leitura deste post e entenda as diferenças entre as estruturas pré-fabricada e pré-moldada!

O que é uma estrutura pré-fabricada?

O nome já dá a ideia: uma estrutura pré-fabricada é aquela feita em uma fábrica, de maneira industrial. Para isso, são usadas tecnologias avançadas e há um controle de qualidade rigoroso.

É comum que as fábricas façam testes de qualidade em inúmeras etapas do processo produtivo, onde são registradas as datas e outras informações pertinentes aos resultados obtidos. Com isso, o produto final tende a ser mais confiável.

As peças pré-fabricadas, quando finalizadas, são levadas já prontas para a obra. Lá, são apenas instaladas nos respectivos locais. A montagem é muito simples, semelhante à feita com blocos de montar.

Obviamente, as peças devem apresentar comprimento e peso compatíveis com as formas de transporte. Em geral, as carretas utilizadas têm 12m de comprimento, o que faz com que as peças maiores que isso sejam complicadas de transportar.

O que é uma estrutura pré-moldada?

A estrutura pré-moldada é produzida no campo da obra, fora do local definitivo de uso. Esse produto deve ser feito com materiais de qualidade, mas não é possível ter um controle rigoroso, já que os níveis de inspeção e fiscalização são baixos.

Pode-se dizer que as inspeções devem ser individuais ou por lotes, por meio de profissionais do próprio construtor, da fiscalização ou do proprietário.

Um exemplo que facilitará o entendimento se dá por meio de uma obra de estradas. Imagine, por exemplo, as peças utilizadas para a montagem das pontes. Por serem peças muito grandes e muito pesadas, elas são produzidas na própria obra, em um local próximo de sua aplicação.

Quais são os prós e contras da estrutura pré-moldada e da estrutura pré-fabricada?

A utilização de uma estrutura pré-moldada ou de uma estrutura pré-fabricada apresenta algumas vantagens consideráveis. Em ambos os casos, há uma redução considerável do desperdício de materiais.

Como as peças são produzidas para um local específico, torna-se mais fácil gerenciar o processo de construção, com maior agilidade e produtividade. Em outras palavras, além da economia de recursos, é possível ter um processo mais eficiente, o que resulta na redução de custos com mão de obra e outros insumos.

O tempo de execução da obra também é outra vantagem que merece consideração. A utilização desse tipo de processo permite a realização de inúmeras atividades simultaneamente, como a preparação do terreno e a fabricação de cimento.

Além disso, essas peças utilizam um sistema de encaixe, fazendo com que sua instalação seja breve e rápida, agilizando a obra e diminuindo o tempo necessário para a finalização dos serviços. O aspecto ambiental também merece seu lugar de destaque, afinal, esses itens utilizam materiais de baixo impacto, diminuindo o desperdício e reduzindo a quantidade de resíduos na obra.

Nem tudo são flores, não é mesmo? Para a produção de ambas as estruturas é preciso que elas se enquadrem e atendam a alguns requisitos específicos estabelecidos na norma ABNT NBR 9.062 (projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado).

Assim, é preciso contar com mão de obra treinada e especializada, bem como os processos industriais que devem ser racionalizados e qualificados pelo emprego de máquinas e equipamentos.

Quando usar a estrutura pré-fabricada e a estrutura pré-moldada?

Agora que você compreendeu a diferença entre estrutura pré-fabricada e estrutura pré-moldada, é preciso saber quando utilizar cada uma delas. Essa definição deve ser feita pelo projetista, pois ele terá informações suficientes para realizar a melhor escolha para o empreendimento.

Além disso, o cronograma de obras e a planilha de orçamentos serão realizados considerando a escolha feita pelo projetista. É possível que uma obra apresente os dois tipos de estrutura ao mesmo tempo. Assim, as vigas podem ser pré-fabricadas, enquanto os pilares podem ser pré-moldados, por exemplo.

Como já destacamos, os elementos pré-fabricados apresentam uma limitação por conta do peso e, principalmente, por conta do seu tamanho. Então, peças que sejam grandes e pesadas recomenda-se que sejam produzidas na obra.

Contudo, peças menores e que estejam dentro dos limites estabelecidos podem ser produzidos em fábricas e apenas transportadas e instaladas nas obras. Essa é a melhor maneira de compreender a utilização de uma estrutura pré-fabricada.

Apesar da diferença existente no processo produtivo e no controle de qualidade, ambas as estruturas são de alta qualidade. A exigência mais rigorosa de execução que controla as fábricas não faz uma peça pré-fabricada ser melhor do que uma peça pré-moldada.

Com base nessa informação, podemos afirmar que o melhor tipo de estrutura para sua obra dependerá de sua finalidade e, como já era de se esperar, do custo de tal investimento. Levar essas informações em consideração pode ser fundamental para o melhor andamento da obra.

Por fim, não podemos nos esquecer que as peças devem ser devidamente identificadas com a data de fabricação, o tipo de aço utilizado e o tipo de concreto. A inspeção deve acompanhá-las até o transporte e a montagem da obra.

Buscamos listar, ao longo deste artigo, as principais diferenças entre estrutura pré-fabricada e pré-moldada. As duas opções estão se tornando cada vez mais comuns nos canteiros de obra, valendo a pena conhecer mais sobre essa inovação construtiva, não é mesmo?

E aí, gostou do nosso artigo? Aprendeu a diferença entre estrutura pré-fabricada e estrutura pré-moldada? Quer se manter atualizado sobre o assunto? Então, assine nossa newsletter. Estamos esperando por você. Não perca essa oportunidade!

Escreva um comentário