fbpx

Construção Juntas de fachada: com ou sem primer? Entenda!
Autor: Eng. Diego Camera (Grupo Hard)

Data da publicação: 20 de fevereiro de 2020

A segurança de uma construção depende de diversos fatores, entre eles, está a fachada. Não é importante apenas por estética, sua função está ligada a estabilidade, segurança e evitar infiltrações e rachaduras. Para garantir sua funcionalidade, um dos fatores a prestar atenção é na especificação e tratamento adequado das juntas de fachada ou de dilatação.

As juntas são definidas de acordo com aspectos como o tipo de fachada e de junta, as proporções, os materiais, entre outros. Embora tudo isso interfira no resultado, há outro elemento fundamental: o selante. Responsável pela vedação, é indispensável para a segurança.

No momento da aplicação, é comum ter dúvidas sobre o uso, não só do selante, como do primer. Para esclarecer esse ponto, veja como fazer corretamente a utilização e obter os melhores resultados!

O que são as juntas de fachada?

Os materiais utilizados normalmente nas fachadas tendem a sofrer reações físicas por causa das variações de temperatura, no calor há uma expansão e no frio, uma contração. Além disso, há as agitações estruturais e expansão hidráulica em razão de cargas dinâmicas, vento, trânsito, entre outros. Por isso, é imprescindível que os componentes da estrutura consigam se movimentar livremente. Senão, haverá o aparecimento de trincas, rachaduras e fissuras, consequentemente comprometendo a estrutura e gerando infiltrações.

 As juntas de fachada permitem a movimentação entre duas partes de determinada estrutura, pois é uma separação entre elas. Dessa forma, há o alívio das tensões geradas pelos esforços naturais do meio ambiente e o direcionamento das trincas.

Alvenaria, chapisco, emboço, argamassa de assentamento e a cerâmica ou pastilha são apenas algumas camadas integrantes de uma fachada. Esses componentes têm de interagir corretamente para assegurar o movimento do jeito esperado.

Como elaborar as juntas de fachada?

Definições como espessura e tipo de material variam para cada construção, pois dependem das características do espaço, como o tamanho e tipo da fachada. Desse ponto de vista técnico, a ABNT NBR 13755:2017 é a norma principal, porque determina como deve ser feito o revestimento cerâmico das fachadas e quais são os cuidados específicos com as juntas.

Mas não basta apenas criar esses espaços, sem pensar em sua proteção. É necessário o uso de um selante, material com características diferenciadas que ajuda a isolar a estrutura de infiltrações e intempéries. Como há diversos tipos disponíveis, a escolha do produto ideal também é imprescindível para obter o resultado adequado às necessidades da estrutura.

Além de respeitar os limites das juntas (fator forma), o selante deve ser aplicado na superfície lisa e limpa, em apenas duas faces da junta. Assim, ela ainda poderá se movimentar, no entanto sem o risco de sofrer com uma infiltração ou rachadura, por exemplo.

Também devem ser respeitadas as etapas de aplicação do selante. Apesar dos objetivos e formatos distintos das juntas, é possível estabelecer o seguinte roteiro de vedação:

  • Limpeza da superfície a ser preenchida;
  • Impermeabilização da junta, em casos de juntas horizontais;
  • Para um melhor acabamento, colocação da fita crepe nas bordas da junta;
  • Inserção do delimitador de profundidade de poliestireno, expandido no fundo da abertura;
  • Aplicação do selante em uma passada contínua;
  • Com auxílio de uma espátula e um detergente neutro, realizar o acabamento;
  • Remoção da fita crepe com o selante ainda mole.

Juntas de fachada devem ser realizadas com ou sem primer?

A fim de oferecer bons resultados, a utilização do selante precisa ser executada de maneira adequada. É necessária a boa aderência do produto aos materiais, para evitar problemas ao sofrer com as intempéries. Para isso, é possível aplicar um primer, produto destinado à preparação da superfície para receber o selante. Este item “encapsula” as partículas de sujeira e garante uma melhor aderência, pois o selante não se fixará nas impurezas do substrato.

Porém, há alguns selantes, como o da Hard, que são “primer-less”, ou seja, não necessitam de um primer em condições normais de limpeza. Isso, porque têm alto índice de matéria prima nobre e inexistência de solventes na base de sua formulação, isso garante uma boa aderência aos outros materiais. Essa mesma característica é responsável pela alta estabilidade de cor e durabilidade.

No entanto, por mais que o produto não exija a aplicação do primer, a forma como o procedimento é feito pode tornar necessário esse uso. Isso porque a aderência do selante e, consequentemente, o sucesso de sua aplicação está diretamente ligada à limpeza da superfície, etapa muitas vezes negligenciada pela mão de obra. Para atender aos requisitos de limpeza, o ideal é usar água para retirar toda poeira, óleo e partícula solta da superfície onde o selante será aplicado.

Portanto, mesmo com um produto de alta tecnologia e qualidade, ele pode não atingir as expectativas se o preparo da superfície não for feito corretamente ou/e o modo de uso respeitado. Por conta dessas variáveis, indica-se o uso do primer, mas como uma “garantia extra”.

Como os produtos Hard podem facilitar o serviço?

Além de fazer a aplicação corretamente, é essencial contar com produtos de alta qualidade. Nesse sentido, a Hard se destaca. Especializada em soluções, oferece tanto o selante “primer-less” quanto um primer de alta eficiência.

Para entender como eles facilitam o serviço, descubra quais são os pontos positivos de recorrer a essas alternativas!

Aumentam a aderência à superfície

Como visto, o papel do primer é deixar a área pronta para receber o selante. Com os produtos da Hard, você tem a certeza de criar as condições perfeitas para a preparação da junta de fachada, pois a aderência é elevada e ideal para garantir total segurança. Além disso, os produtos da Hard, como o Hard Primer Seal, trazem atuação específica para diferentes superfícies.

Entretanto, se a superfície estiver limpa corretamente, a Hard tem a melhor solução para vedação da junta de fachada. Especialmente desenvolvido para este tipo de aplicação, o selante MS 425 Fachada tem a melhor resistência a intempéries e ao envelhecimento, não amarela, tem flexibilidade permanente e pode ser usado em obras verdes, porque é livre de isocianato e solventes.

Oferecem compatibilidade de tecnologias

Ao utilizar dois produtos de marcas distintas, o funcionamento correto não é garantido, pois não é possível prever o desempenho de tecnologias diferentes quando usadas juntas. Ao escolher a Hard, você encontra a solução completa em um só lugar. Isso evita problemas futuros e favorece o bom uso dos itens.

Têm uma cura rápida

Um dos principais diferenciais da Hard é o tempo de cura rápido. Ou seja, o tempo entre a aplicação do primer e do selante é menor. Isso contribui para uma atuação mais eficiente nas obras. Inclusive, é um jeito de aumentar a produtividade e de diminuir os custos, sem comprometer a qualidade.

Evitam patologias construtivas

Como a junta de fachada é essencial para a segurança e estabilidade de uma construção, o uso do primer e do selante da Hard é primordial para garantir a impermeabilização e proteção completa com qualidade, alta performance e de acordo com às normas de desempenho (NBR). Longe dos impactos da água e da ação do tempo, é possível garantir a movimentação como previsto em projeto.

Além de obter mais eficiência, utilizar os produtos Hard é um modo de não ter de lidar no futuro com diversas patologias, como rachaduras, infiltrações e até o comprometimento da estrutura. Para aproveitar todo o potencial dos produtos, entre em contato conosco e fale com um de nossos representantes!

Tags: ,

3 Comentários

  1. José Roberto Melo disse:

    Srs boa noite.

    iniciarei em breve serviço de manutenção de fachadas de um prédo em Recife-PE.
    Entre os serviços estão: troca das juntas, troca dos rejuntamentos entre cerâmicas, calafetagem das esquadrias de alumínio e caixa de ar condicionado, lavagem da fachada, bem como substituição de varias cerâmicas soltas. quais produtos vocês indicam para cada tipo de serviço.
    Atenciosamente,
    José Roberto Melo Cavalcanti

  2. José Roberto Melo disse:

    Srs boa noite.

    iniciarei em breve serviço de manutenção de fachadas de um prédo em Recife-PE.
    Entre os serviços estão: troca das juntas, troca dos rejuntamentos entre cerâmicas, calafetagem das esquadrias de alumínio e caixa de ar condicionado, lavagem da fachada, bem como substituição de varias cerâmicas soltas. quais produtos vocês indicam para cada tipo de serviço.
    Atenciosamente,

    • Camilla Mangold disse:

      Pela descrição dos trabalhos a serem realizados, para fachada seria indicado o Selante MS 425 FACHADA (confira neste link: https://hard.com.br/produto/selante-ms-425-fachada/), pois é um produto com 50% de capacidade de movimentação e com alto poder de adesão nos substratos. Para a calafetação das esquadrias, utilizamos o Selante SMP 340 – Construção (confira neste link: https://hard.com.br/produto/selante-smp-construcao/), este tem um médio módulo e a movimentação é especifica para quando se tem dois materiais com coeficientes de dilatação diferentes, como por exemplo, concreto/cerâmica X alumínio/aço. Para pastilhas soltas, recomendamos o Adesivo Injetável – EPÓXI PRO (confira neste link: https://hard.com.br/produto/adesivo-injetavel-epoxi-pro/), a vantagem da utilização deste produto é que não é necessário a remoção das pastilhas. Estes são os materiais que a Hard tem em sua linha de produto e que atendem a estas necessidades. Lembrando que sempre deve ser solicitado um diagnóstico de um profissional (patologista) para apresentar a melhor situação para cada caso, principalmente quando o assunto é manutenção.

Deixe o seu comentário!