fbpx

Soluções Parafusos de costura para cobertura metálica: 3 diferenças entre parafusos ponta broca e ponta agulha
Autor: Grupo Hard

No último artigo publicado no blog, listamos quais situações podem causar patologias em coberturas metálicas e transformar uma opção mais resistente e econômica em uma dor de cabeça no futuro. Vimos que muitos destes problemas estão ligados à escolha e/ou instalação do fixador para o telhado metálico. E é sobre isso que falaremos neste artigo. Existem dois tipos de parafusos empregados nas coberturas metálicas: fixação e costura O primeiro é utilizado para prender as telhas metálicas nas terças. Já os parafusos de costura são usados para unir uma telha a outra, sendo que podemos encontrar dois tipos mais comuns: com ponta broca e com ponta agulha.

Pensando nessas questões, desenvolvemos este artigo para explicar um pouco mais sobre os parafusos de costura e mostrar as principais diferenças entre os dois tipos: ponta broca e ponta agulha. Acompanhe!

Como funcionam os parafusos de costura?

Imagine uma linha de costura que é utilizada em uma roupa, unindo os diferentes tecidos da peça. Podemos usar a mesma ideia para entender a funcionalidade dos parafusos de costura. Uma cobertura é construída com inúmeras telhas e é necessária a união delas, para isso, assim como uma linha em um tecido, são usados os fixadores de costura na sobreposição de telhas.

parafusos de costura

Como já dito, os parafusos de costura podem ser encontrados com dois tipos de ponta: ponta broca e ponta agulha. O primeiro é o mais comum de ser encontrado no mercado. Ao ser instalado, ele retira o material da superfície em que será fixado, realizando o movimento de uma broca. Já o parafuso de costura com a ponta agulha, escareia a chapa e forma duas flanges, em função da maior área de contato com a chapa, proporcionando maior ancoragem em chapas finas. Veremos mais sobre as diferenças entre os dois tipos de parafusos a seguir.

Porém, mesmo com diferentes tipos de ponta, o processo de instalação é praticamente igual:

  1. Escolher a ferramenta com rotação e torque adequados. Este ajuste é feito de acordo com a escolha do parafuso a ser utilizado.
  2. Antes de realizar a aplicação no local desejado, é recomendado que faça o teste de regulagem em um pedaço de chapa da mesma espessura das terças para ajustar o limitador de profundidade de fixação da parafusadeira, para não forçar demais as arruelas de vedação dos fixadores autoperfurantes e nem deixar com folga, assim comprometendo a fixação e vedação.
  3. Após a regulagem, pode-se iniciar a aplicação no local desejado. Lembrando que são recomendados 4 parafusos para cada telha/terça e 2 parafusos por metro linear na linha de costura (telha/telha), com espaços de 50cm entre cada fixador.
  4. Após a aplicação é importante a limpeza do local, pois durante a aplicação são liberadas fagulhas/limalhas no local e se não retiradas podem causar corrosão na cobertura. Esta etapa não é necessária nos parafusos ponta agulha, pois o mesmo não gera limalhas conforme veremos a seguir.

Para aprender a dimensionar os fixadores de uma cobertura, acesse em nosso blog um completo Guia de Dimensionamento de Fixadores.

Principais diferenças entre os parafusos de costura ponta agulha e ponta broca

1. Geração de limalhas

No momento da fixação, o parafuso com a ponta broca produz limalhas, que são partículas de metal originadas a partir do corte ou/e perfuração da chapa.

Se não houver limpeza após o término da instalação, essas partículas causam pontos de corrosão, com a possibilidade de provocar a deterioração total do telhado. Isso porque a limalha não conta com nenhum tipo de revestimento protetivo e oxida em contato com a umidade do ar.

parafuso de costura - limalhasPor essa razão, o parafuso com a ponta broca exige a limpeza da área logo após a instalação. Para isso, varrer o local já é suficiente, trabalho que não é necessário quando se usa um parafuso ponta agulha. Pois, ele escareia o furo sem elevada extração de material. Ou seja, não há a geração de limalhas, diminuindo as chances de corrosão no telhado.

2. Troca de parafusos

No momento da instalação das telhas em uma cobertura metálica, o montador trabalha tanto com o parafuso de costura, quanto com o de fixação. Porém, ao utilizar um fixador de costura com a ponta broca, por sua similaridade com o de fixação, é comum ocorrer erros de troca de parafuso. Ou seja, aplicar o parafuso de fixação em vez de um fixador de costura e vice-versa.

Parafuso de costura ponta agulha x ponta broca (pontas)Um equívoco que pode parecer sem importância, tem grande impacto na vida útil da cobertura. Pois, utilizando como exemplo o caso citado acima, ao instalar o parafuso de fixação no lugar de um de costura, não haverá a correta união entre as chapas. Por conta da aplicação fragilizada, basta a dilatação ou movimentação da cobertura para este parafuso soltar e oportunizar o vazamento no local.

Por sua vez, o parafuso de costura com a ponta agulha é muito diferente do parafuso de fixação. Com a fácil identificação dos fixadores, o montador não cometerá mais trocas, garantindo que cada fixador seja instalado no lugar correto. Isto elimina possíveis pontos de vazamento e assegura uma cobertura mais estável.

3. Cargas

O parafuso de costura com ponta broca possui uma quantidade menor de fios de rosca do que o ponta agulha. Enquanto o primeiro possui 14 fios por polegada, o segundo possui 20. Por isso, o parafuso de costura com a ponta broca proporciona menor resistência (carga).  Além disso, caso a parafusadeira utilizada não esteja bem regulada, também pode haver o espanamento do fixador.

Parafuso de costura ponta agulha (instalação)Já o fixador de costura com a ponta agulha cria duas flanges em direções opostas no substrato (como mostra a imagem ao lado), isso acontece devido ao maior número de fios de rosca por polegada. Dessa maneira, há um aumento de 65% do contato dos fios de rosca do parafuso com a chapa, proporcionando maior resistência à tração.

Parafuso de costura ponta agulha x ponta broca (cargas)

Desta forma, os parafusos de costura ponta agulha proporcionam, em média, um aumento de 10% da carga em chapas finas. Confira no gráfico a seguir.

gráfico parafusos de costura(cargas)

Novo parafuso para costura de telhas metálicas e união de chapas finas

Pensando em todos esses benefícios do parafuso de costura com ponta agulha, a Hard lançou o parafuso Durs Stitch®. Um fixador autoperfurante com exclusivo revestimento Ecoseal® e ponta agulha, desenvolvido exclusivamente para fazer a costura na sobreposição das telhas e fixação em chapas finas.

Parafuso de costura ponta agulha (cabeça DUH)É garantia de qualidade na obra, pois possui o revestimento que entrega a maior resistência à corrosão da categoria, o Ecoseal®. Também tem cabeça com rebaixo profundo que absorve até 10° de inclinação sem risco de vazamento, além de possuir flange reduzida que permite a utilização em telhas onduladas. Sua ponta agulha proporciona maior carga em chapas finas e evita a troca dos fixadores na obra. Além de diminuir os riscos de corrosão na telha, pois seu processo de furação não gera limalhas.

Usar as soluções da Hard é um modo de evitar problemas no futuro. Especialista em soluções inovadoras, conta com diversas certificações que atestam a qualidade elevada dos produtos. No Brasil, foi a primeira empresa de fixadores a conquistar a FM Approved, comprovação de atendimento às exigências do mercado mundial. Além disso, já entregou mais de um bilhão de fixadores para coberturas metálicas sem nenhum defeito de corrosão.

Agora que já conhece as principais diferenças entre os tipos de parafusos de costura, entre em contato conosco para ter todos os benefícios dos parafusos Hard na sua obra!

Posts Relacionados

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!