fbpx

Dicas Patologias em fachadas: saiba identificar 3 problemas comuns
Autor: Grupo Hard

Quando pensamos em fachadas, logo vem em mente a questão da estética. Porém, sua função está também diretamente ligada à estabilidade, segurança e em evitar infiltrações e rachaduras. No entanto, as patologias em fachadas são comuns e podem resultar na desvalorização do imóvel, além de investimento de tempo e dinheiro em reparos.

Para ajudar você a identificar os primeiros sinais de problemas na sua fachada, separamos três patologias comuns. Leia até o fim, pois temos um convite muito especial para quem quer saber ainda mais sobre este assunto. Confira!

Como evitar patologias em fachadas

É possível prevenir os problemas nas fachadas em apenas três passos: um projeto bem elaborado, a especificação correta dos insumos e a execução adequada. O primeiro passo consiste em descrever todas as interferências existentes na fachada, possíveis zonas de tensões e locais de enrijecimentos. Questões como alocação de cada junta e qual a movimentação prevista também devem constar no projeto. Recomenda-se que o planejamento da fachada tenha como base normas especificas, como a NBR-13.755, por exemplo.

Para garantir a vida útil da fachada, é importante prestar atenção nos produtos que serão utilizados, como o selante. A especificação dos insumos é fundamental e está diretamente ligada ao projeto. Nesta etapa, é imprescindível levar em consideração que a fachada sofre com todo tipo de agente climático, como sol, chuva e poluição. Por isso, deve-se utilizar produtos com uma alta resistência a intempéries.

Mas não adianta escolher os melhores materiais e falhar na execução. Por isso, o terceiro passo é justamente um aviso para que a vedação seja feita da forma adequada. Contar com uma equipe especializada no serviço é importante, além de também executar corretamente cada etapa do trabalho.

Em nosso blog, temos um artigo somente para dar dicas de como prevenir infiltrações na fachada. Clique aqui e confira este material completo.

Três principais patologias em fachadas

Abaixo, reunimos três problemas comuns que podem diminuir drasticamente a vida útil de uma fachada. Além de como identifica-los.

1. Bolor ou mofo

São manchas de umidade em tom esverdeado ou escuro que ocorrem junto da desagregação da argamassa. Além do prejuízo a estética do imóvel e consequentemente a sua desvalorização no mercado, esta patologia pode ser responsável por danos à saúde. Por exemplo, o mofo pode agravar os sintomas de quem sofre com asma ou rinite.

Para lidar com este problema é fundamental investir em uma impermeabilização adequada e assim evitar a umidade constante e excessiva. Por isso, utilize o impermeabilizante correto para cada demanda e respeite o modo de usar e especificidades de cada produto.

2. Fissuras

Caracteriza-se como aberturas superficiais nos revestimentos em geral e muitas vezes pode causar o destacamento. O surgimento deste problema pode sinalizar que o sistema não foi projetado adequadamente e executado para absorver as movimentações.

Isso porque os materiais usados nas fachadas tendem a sofrer reações físicas por causa das variações de temperatura e há também as agitações estruturais e expansão hidráulica em razão de cargas dinâmicas, vento, trânsito, entre outros. Para evitar o surgimento de patologias, os componentes da estrutura devem se movimentar livremente, por isso é imprescindível elaborar corretamente as juntas de fachada. Temos um artigo somente sobre este tema, confira!

3. Eflorescências

Causadas por reações químicas, eflorescências são manchas de umidade de tom esbranquiçado que se aderem ao revestimento. Ocorrem quando os sais solúveis nos componentes das alvenarias, nas argamassas de emboço, de fixação, de rejuntamento ou nas placas cerâmicas são transportados pela água usada na construção, na limpeza ou vinda de infiltrações, através dos poros dos componentes de revestimento.

Saiba tudo sobre patologias em fachadas e muito mais

Temos um convite muito especial para quem quer saber tudo sobre fachadas. Na terça-feira, 05/05, às 19h, acontecerá uma live com os Novos Patologistas, Renato Sahade e Paulo Sergio da Silva, tendo como convidado especial o nosso gerente de Engenharia e Marketing Diego Camera.

Com o tema “Fachadas: patologias, produtos e projetos”, o bate-papo tratará desde o projeto de uma fachada, quais os produtos recomendados até sobre as principais patologias e como evitá-las. Então, anote na sua agenda e não perca esta oportunidade de tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Porém, se você não quer esperar e deseja saber como a Hard pode ajudar a manter sua fachada livre de problemas, entre em contato conosco.

Posts Relacionados

Tags: ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!