Uma das ações mais importantes em qualquer segmento é medir os resultados. Essa é, inclusive, a única maneira para melhorar o andamento de projetos e aumentar a qualidade das entregas. No âmbito da engenharia, os indicadores da construção civil têm papel fundamental nesse processo.

Mensurar os dados de um projeto é uma tarefa que deve ser realizada constantemente, durante todo o período de execução de um empreendimento. Assim, serão menores os riscos de erros e problemas interferirem no resultado final.

Os indicadores são uma das melhores ferramentas de gestão e podem ser obtidos por meio de uma análise dos principais processos de sua empresa. Assim, definir metas, garantir o cumprimento de prazos, melhorar a qualidade dos produtos e outros objetivos serão mais facilmente alcançados.

A grande dúvida que fica é: você sabe como mensurar os indicadores da construção civil? Não? Então, continue a leitura deste artigo e aprenda!

Entenda o papel dos indicadores

A construção civil apresenta uma rotina diferenciada, principalmente se comparada a outros setores. Contudo, a utilização de indicadores poderia ser mais bem empregada, principalmente em termos de melhorias na performance de um processo ou projeto.

Se compararmos um empreendimento com uma planta industrial, teremos noção do tamanho da diferença. Uma indústria não consegue se deslocar de um lugar para outro e, depois de anos de operação, há uma rotina nas atividades. Uma obra, por sua vez, está em constante transformação.

Sendo assim, pode-se afirmar que a criação de indicadores e a reunião de informações sobre a execução de cada uma das etapas de construção de um empreendimento não são tarefas simples.

Entretanto, para uma empresa conseguir gerir o seu negócio da melhor maneira possível, é preciso mensurar a eficiência de seus processos e a forma de operação de suas equipes. A única maneira de realizar essas atividades se dá pela utilização de boas práticas de gestão de projetos.

A gestão de projetos permitirá a criação, mensuração e utilização dos indicadores da construção civil para avaliar as etapas e identificar melhorias em tempo hábil, tornando os processos mais eficientes e produtivos.

Veja os indicadores de custo

Em termos de custo, existem três indicadores principais: o CUB (Custo Unitário Básico), o SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índice) e o TCPO (Tabela de Composições de Preços e Orçamentos).

O CUB existe há mais de 40 anos e considera o custo por metro quadrado da construção levando em consideração o padrão da obra. Pode-se dizer que ele é uma base para avaliação do custo em edificações, representando o custo parcial e deixando de lado despesas como a taxa de administração e o BDI (Benefícios e Despesas Indiretas).

O SINAPI, por sua vez, é coordenado pelo IBGE e pela Caixa Econômica Federal. A produção dos custos e índices da construção civil é realizada a partir de um levantamento de preços de materiais e salários pagos na construção, no setor de habitação. A partir de 1997, iniciou-se a coleta de informações sobre o setor de saneamento e infraestrutura.

O TCPO, por sua vez, é publicado pela editora PINI tanto em meios digitais, quanto em meios físicos. A sua utilização se dá para a composição de orçamentos básicos, pois os índices que lá se encontram dão referência de índices e custos unitários para cada tipo de serviço, sendo atualizados mensalmente pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Saiba quais são os indicadores de qualidade

A qualidade também é um dos indicadores da construção civil que merecem atenção. Existem três principais maneiras de mensurá-la em uma edificação: por meio da satisfação do cliente, pela quantidade de retrabalhos realizados em uma semana e pela entrega do empreendimento dentro do prazo acordado.

A satisfação do cliente é capaz de evidenciar a qualidade média dos projetos executados pela empresa. Para mensurá-la, deve-se realizar um acompanhamento com seus clientes, após a entrega da obra. A prática mais comum é pedir-lhes para avaliar seu serviço dando uma nota de 0 a 10.

A quantidade de retrabalhos semanais também é um indicador interessante de ser acompanhado. Assim, será possível ter ciência de quantas vezes os profissionais precisaram refazer algumas tarefas ou etapas da obra. Além disso, também será possível avaliar se os processos escolhidos pela empresa são efetivos ou não.

Por fim, mas não menos importante, temos a entrega do empreendimento dentro do prazo. Infelizmente, é comum encontrar empresas que deixam de cumprir os combinados. Multas, processos judiciais e várias outras despesas impactarão o caminhar da organização, prejudicando sua imagem e, consequentemente, o futuro de outros negócios. Pense nisso!

Conheça os indicadores de segurança

A segurança também faz parte dos principais indicadores da construção civil. Esses são gerados por meio de auditorias realizadas nos canteiros de obras, aplicando um protocolo fundamentado na Norma Regulamentadora nº 18 — Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção.

A auditoria deve enumerar as situações que estão em conformidade com a norma e as situações não conformes, que são aquelas que necessitam de melhorias ou apresentam grave risco.

É preciso deixar claro que, segundo a Norma Regulamentadora nº 3, é considerado fato grave um ambiente de trabalho que possa gerar acidentes, doença profissional ou lesão grave ao trabalhador. É fundamental atentar para esse aspecto.

Tenha ciência dos indicadores ambientais

A sustentabilidade é um dos principais valores analisados no mundo contemporâneo, e a construção civil representa parte importante. Não podemos nos esquecer de que o setor sempre foi considerado um dos principais causadores de problemas ambientais.

Sendo assim, é interessante dizer que o uso de indicadores da construção civil em relação ao meio ambiente visa verificar as modificações que uma determinada atividade pode ocasionar em sua região.

As construtoras estão buscando cada vez mais um tipo de construção sustentável. Para tanto, é preciso adotar medidas que sejam suficientes para reduzir os impactos causados. Assim, uma construção sustentável deve ser ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável.

No papel, é bem simples, mas traduzir esses pontos para a realidade não é tão fácil. Para descomplicar, podemos utilizar alguns aspectos para mensurarmos a sustentabilidade em um empreendimento, como:

  • uso da energia;
  • uso dos recursos hídricos;
  • quantidade de emissões atmosféricas;
  • quantidade de lançamento de efluentes;
  • uso de matéria-prima.

Entenda a importância dos indicadores da construção civil

Para finalizar, é fundamental frisarmos a importância dos indicadores. É relevante utilizá-los para conseguir atingir seus objetivos, sejam eles físicos ou financeiros.

Os indicadores da construção civil serão de grande valia para que o empreendimento seja finalizado no prazo programado, dentro da qualidade esperada e com o orçamento previsto. Afinal, de nada adianta terminar a construção com um grande prejuízo.

E aí, gostou do nosso artigo? O que achou das informações que destacamos sobre os indicadores da construção civil? Você já os utilizou em suas obras? Deixe um comentário e participe do nosso blog. Sua opinião é muito importante!

Escreva um comentário