Selante MS ou Selante de PU qual o melhor para a sua obra

Dicas Selante MS ou Selante de PU: qual o melhor para a sua obra?
Autor: Eng. Diego Camera (Grupo Hard)

O selante MS e o selante de PU são componentes utilizados para vedar juntas de movimentação ou unir elementos construtivos de um empreendimento. Em uma obra, esses materiais são usados para possibilitar a movimentação adequada das estruturas. Também garante a estanqueidade e não compromete o desempenho mecânico.

Em um sistema de estruturas encaixadas, por exemplo, esse produto é fundamental para selar o encontro entre os componentes da edificação. Além disso, é necessário projetar folgas de movimentação nos encaixes sem que a infraestrutura seja danificada.

Desenvolvemos este artigo para apresentar mais informações sobre o que são os selantes MS e de PU. Além de quais são as principais diferenças entre esses materiais e como a Hard pode auxiliar no processo de escolha desses produtos. Acompanhe!

Para que servem os selantes?

Os selantes compõem a vedação das juntas entre diferentes partes de uma edificação. Por isso, devem apresentar características que possibilitem movimentações de compressão e dilatação das estruturas, como em pilares, vigas e placas de fechamento.

Além disso, são responsáveis pela selagem das juntas de movimentação de pisos. Pois, absorvem todas as deformações originadas pela retração, variação térmica, expansão, hidratação do cimento e vibrações. Geralmente, os selantes preenchem os vãos existentes no pavimento de concreto.

Esses materiais também desempenham um importante papel no fechamento da estrutura. Pois evitam o desenvolvimento de infiltrações e outras manifestações patológicas na construção, responsáveis por prejudicar outros elementos.

Os selantes são imprescindíveis em qualquer etapa da obra. Uma vez que tem atuação eficiente como barreira na passagem de calor, água, luz e poeira. Além da absorção de dilatações e deformações resultantes da variação de umidade e temperatura.

A composição desses materiais é essencialmente de pré-polímeros, aditivos, cargas e diluentes. Existem diversos tipos disponíveis no mercado, a diferença entre eles está na qualidade das matérias primas utilizadas e na proporção de cada um desses componentes.

Dessa forma, todo selante apresenta inúmeras características e pode ser indicado para distintas aplicações. É necessário o conhecimento técnico das propriedades de cada tecnologia antes de sua aplicação em campo.

O que é selante MS?

O selante MS é caracterizado pela maior modernidade em sua concepção. Com uma tecnologia de fabricação mais estável e sem solventes em sua formulação, tem uma elevada durabilidade e estabilidade de cor. Uma vez que evita as bolhas responsáveis pelos problemas estéticos e de resistência do produto nas estruturas.

Monocomponente, tem propriedades de não escorrimento, com o processo de cura a partir da umidade atmosférica. É um material de alta performance, em razão de seu alto índice de matéria-prima nobre em sua composição. Por isso, possui excelentes atributos de coesão, adesão e resistência a intempéries e ao envelhecimento.

De forma geral, os selantes MS não exigem a aplicação de primer para ter aderência, diferente da maioria dos materiais utilizados na construção civil e na indústria. Essa vantagem permite o uso do produto em superfícies molhadas e úmidas. Isto é muito importante em ambientes suscetíveis a questões climáticas, como por exemplo, em áreas externas.

O que é selante de PU?

Em contrapartida, o selante de PU, além de apresentar uma tecnologia menos estável, tem a presença de solventes e isocianato em sua formulação. O resultado é menor durabilidade e estabilidade de cor.

O isocianato é responsável pelo amarelamento prematuro em situações de exposição a intempéries. Com a presença de solventes em sua fórmula, há a geração de bolhas durante o processo de cura do material, principalmente em locais quentes. Essas características comprometem a conservação e a estética.

Composto por poliuretano, também conta com propriedades de não escorrimento e ótima elasticidade. Esse monocomponente é utilizado em situações gerais de construções e indústrias. No entanto, é difícil a utilização em alguns ambientes externos das obras, pois não pode ser aplicado em superfícies úmidas ou molhadas.

Selante MS ou selante de PU: qual usar?

Tanto o selante MS como o de PU são classificados de acordo com a sua flexibilidade. Tecnicamente chamada de capacidade de movimentação, mede a eficácia do material em esticar e comprimir.

Esse dado geralmente é informado em níveis percentuais e varia entre 12,5% e 50%, conforme indicado pela norma ASTM C920. Quanto maior é o valor resultante, mais elevada é a capacidade elástica do selante. Isto contribui para determinar em qual aplicação o produto é mais apropriado. Geralmente, as juntas de fachadas necessitam de 25% a 50% de capacidade de movimentação. Por outro lado, os pisos utilizam selantes com amplitudes entre 12,5% e 25%.

Por ser um produto mais nobre, o selante MS é recomendado para aplicações com necessidade de um desempenho superior, seja de durabilidade e adesão ou de resistência mecânica. Em ambientes extremamente agressivos devido à exposição à maresia, combustíveis, sol e chuva, como em empregos náuticos e em fachadas prediais, a expectativa de vida útil ultrapassa os dez anos.

O selante de PU dificilmente consegue atingir esses requisitos, mas pode ser aplicado em áreas externas. Entretanto, deve-se ter cuidado com a vida útil oferecida pelos poliuretanos brasileiros. Pois, geralmente é muito baixa e não atende às expectativas mínimas impostas pela norma de desempenho NBR 15.575.

Os poliuretanos comercializados no Brasil têm uma durabilidade média de 2.000 horas em ensaios de intemperismo em câmara de UV-B. No caso dos selantes MS, o início é em 3.000 e podem chegar até a 8.000 horas no mesmo teste, o que comprova uma maior durabilidade desse produto.

Como a Hard pode ajudar na decisão?

Especialista em desenvolver, fabricar e comercializar soluções inovadoras há mais de 30 anos, a Hard é líder brasileira no segmento de fixações e vedações para construções metálicas. Com certificação FM Approved no país, tem todos os produtos em acordo com as homologações internacionais.

A empresa conta com uma produção especializada e submete seus materiais a vários testes. Tudo para comprovar as propriedades informadas. Atualmente, está em total acordo com a norma de desempenho, o certificado de vida útil (CVU) indica a expectativa da duração em anos.

Utilizados em pisos, fachadas e em elementos estruturais, o selante MS e o selante de PU são materiais imprescindíveis para qualquer etapa de uma construção. A principal diferença entre esses componentes é a durabilidade e a resistência a intempéries. A Hard é especializada nesse segmento, pois comprova a qualidade do produto oferecido por meio dos ensaios necessários.

Tem algum questionamento sobre as diferentes aplicações dos selantes MS e de PU e qual deles é o melhor para a sua obra? Entre em contato conosco e, além de tirar todas as suas dúvidas, conheça nossos produtos e serviços especializados.

Posts Relacionados

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!